Por que é importante ajudar a criança exercitar a paciência?

Os pais devem ajudar a criança exercitar a paciência e compreender que não podem ter tudo o que querem no momento em que desejam. Se a criança cresce com essa expectativa poderá ter dificuldades de lidar com as exigências externas e internas no futuro.

 

  

Estamos em uma época em que tudo é muito dinâmico, os adultos estão sempre ansiosos buscando dar conta da profissão, das tarefas de casa e das exigências da família. E as crianças por um processo natural de curiosidade, pouca compreensão de tempo / espaço e reprodução do comportamento observado nas respostas emocionais dos pais, desde muito pequenas também demonstram sinais de ansiedade, através de perguntas que não sessam “Já chegamos? ”, “Vai demorar muito? ”, “Eu quero agora! ”, deixando os pais ainda mais ansiosos, o que torna a situação um círculo vicioso onde os pais atendem as exigências da criança o mais rápido possível para evitar desgastes e as crianças exigem cada vez mais agilidade e imediatismo nas respostas dos adultos.

 

Os pais podem e devem ajudar a criança a desenvolver e exercitar a paciência, um bom exemplo é limitando o tempo de exposição a smartphones, tabletes, celulares, TVs ou outros dispositivos eletrônicos e dinâmicos. O ideal é ajudar a criança a achar outra forma distração, como jogos e brincadeiras que incentivem a concentração, memória e interação social.

 

Deve-se evitar responder as perguntas da criança de forma vaga e incompleta como por exemplo – “daqui a pouco”, “mais tarde” ao invés disso responda “vou fazer depois que eu terminar de cozinhar”, “Após a janta você pode comer a sobremesa”, pois isso dá um referencial concreto para criança.

 

Evite dar imediatamente tudo que a criança pede. Utilizar um timer pode ajudar, pois as crianças respondem bem a esse recurso. Reconheça e premie o bom comportamento e sua paciência, assim ajudará a manter essa atitude.

 

Esteja atento em dar bons exemplo, portanto quando pedir algo para seu filho não seja impaciente. Cuidado com suas palavras, expressões faciais e corporais quando estiver em uma fila de supermercado, no transito, esperando alguém, preparando-se para uma viagem, etc. pois a criança observa atentamente suas atitudes e tende a repeti-las.

 

A criança deve começar a compreender que na vida a maioria das coisas que desejamos não ocorrem imediatamente como gostaríamos, mas demandam tempo, esforço e paciência, como por exemplo, ter aquele brinquedo tão desejado ou tirar boas notas na escola. O exercício da paciência e frustração nas pequenas coisas hoje ajudarão seu filho a lidar de forma mais saudável com as grandes questões do futuro.

 

Referência: FMSCV. Como ajudar as crianças a desenvolver a paciência. Fev/2014. Visualizado em 25/09/15. Disponível em: http://www.fmcsv.org.br/pt-br/noticias-e-eventos/Paginas/Como-ajudar-as-crian%C3%A7as-a-desenvolver-a-paciencia.aspx

Please reload

Destaques

Meu bebê não dorme sozinho!

1/3
Please reload

Recentes
Please reload

Fique por dentro dos próximos artigos

Procure por palavra-chave

2015 -  2020 © Todos os direitos reservados a Pais e Filhos Nota 10.